Musculação durante o sono

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Musculação durante o sono

Mensagem  cupertino em Seg Jun 11, 2012 4:46 pm


Em conjunto com o período após o treino, outro período importante para a ingestão de proteína passa-se durante o nosso sono, enquanto o corpo está em repouso. Muitos culturistas consomem proteína consistentemente ao longo do dia, mas sofrem de deficiências protéicas durante à noite. Estudos recentes indicam que os padrões de alimentação à noite viram-se para hidratos de carbono complexos e simples, tais como massas e frutas. Os hidratos de carbono não são necessariamente más escolhas, mas aumentá-los ao fim do dia talvez seja uma má escolha. Na musculação a nutrição e o “timing” são tudo.

No objetivo de arrancar o sistema metabólico, é melhor começar o dia com quantidades substanciais de hidratos de carbono combinadas com quantidades moderadas de proteína. Conforme o dia progride, a dieta deverá geralmente incluir uma redução de hidratos de carbono e um aumento de proteínas e fibras vegetais durante as refeições da tarde e da noite.

Testes metabólicos concluíram que o melhor período para a reparação dos tecidos é à noite, durante o sono, os meios metabólicos distribuem mais eficientemente a proteína pelos tecidos durante o sono do que durante qualquer outra hora do dia. Se a ingestão de hidratos de carbono for reduzida antes de dormir, o corpo entrará num estado suave de hipoglicemia durante o sono, criando uma elevada resposta de utilização metabólica de gordura, durante a liberação do hormônio de crescimento e outros químicos e enzimas. Esta resposta é especialmente melhorada se houver atividade cardiovascular à noite.

Durante o sono, o corpo tem o potencial de poder utilizar quantidades extremas de gordura e liberar uma abundância de fluidos subcutâneos. Esta resposta durante o sono, tal como se relaciona com os níveis de cortisol e aldosterona, pode criar uma plataforma à partir da qual o corpo pode utilizar mais eficientemente a proteína que foi ingerida ao longo do dia, particularmente a proteína consumida ao fim do dia.

Baseando-se nesta informação, faz sentido ingerir uma quantidade significante de proteína à noite, imediatamente antes de dormir, em parte como uma resposta aos “travões” metabólicos, tais como: aldosterona e cortisol, e às síndromes catabólicas.

Alguns treinadores, quando dão conselhos nutricionais à atletas, geralmente tomam conhecimento do padrão típico de sono de modo a descobrirem quando é que se dá o sono com rápido movimentos dos olhos (REM), uma resposta física que indica o começo de um sonho em sono profundo. Se for descoberto que um determinado atleta atinge o sono REM à uma hora em particular, 2 horas da manhã, pôr exemplo, é lhe sugerido que se levante 15 minutos depois dessa hora para fazer uma refeição de proteínas, algo que possa ser rapidamente ingerido (cápsulas de aminoácidos, pôr exemplo) de modo a não interromper ao sono durante muito tempo. Através desta técnica melhora-se a utilização metabólica da proteína para aumentar a recuperação de tecidos e o crescimento muscular.

Escrito por: João Henrique Molina
Personal Trainner
Fone: (11) 8224-1472


fonte: http://musclebrazil.hipertrofia.org/?p=49

___________________________________________________
SEJA GRANDE, SEJA FORTE, SEJA BIGMONSTRO Twisted Evil




cupertino
MODERADOR MASTER
MODERADOR MASTER

Mensagens : 1430
Data de inscrição : 27/03/2011
Idade : 31
Localização : Templo Gym

http://www.bodynet.com.br/bigmonstro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum