Ativação das fibras musculares

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ativação das fibras musculares

Mensagem  cupertino em Qui Jun 02, 2011 8:51 pm

Os exercícios resistidos solicitam os dois tipos básicos de fibras musculares que formam os músculos esqueléticos humanos: fibras brancas e fibras vermelhas. As fibras vermelhas também são identificadas em outras classificações como lentas, oxidativas ou do tipo I. As fibras brancas são conhecidas também como rápidas, glicolíticas ou do tipo II. Alguns grupos musculares humanos possuem predominância de fibras brancas, enquanto que outros apresentam maior quantidade de fibras vermelhas. Considerando-se os diversos grupos musculares em conjunto, verifica-se que existe grande variação inter-individual nas proporções entre fibras brancas e vermelhas. Algumas pessoas possuem predomínio de um tipo sobre o outro, o que as torna mais aptas para as atividades que dependem do tipo de fibra predominante. As fibras vermelhas são normalmente solicitadas em atividades de baixa intensidade, quando a tensão muscular durante a contração é pequena, e quando o metabolismo energético predominante é o aeróbio. As fibras brancas, com metabolismo predominante anaeróbio, são ativadas preferencialmente nas atividades de velocidade e nas tarefas de força, nesse último caso no entanto, geralmente em conjunto com as fibras vermelhas.

Para entendermos melhor o processo de recrutamento de fibras na contração muscular, é necessário esclarecer que as fibras musculares podem ser sub-classificadas, sendo dois sub-tipos de fibras brancas os mais importantes do ponto de vista funcional. As fibras II-A são chamadas fibras intermediárias, porque possuem metabolismo glicolítico e oxidativo, enquanto que as fibras II-B são apenas glicolíticas. Normalmente as pessoas possuem maior quantidade de fibras II-A, mas pessoas fisicamente ativas aumentam a sua quantidade. Isto se deve à que a atividade física, tanto aeróbia quanto anaeróbia (que como já vimos apresenta ativação aeróbia paralela), induz o acúmulo de enzimas oxidativas nas fibras II-B. Outro aspecto importante é que nas atividades mais comuns, as fibras musculares são solicitadas para contração em uma sequência progressiva de volume celular: as menores são ativadas antes das maiores. Os menores diâmetros ao corte transversal são os das fibras vermelhas. Considerando a faixa de variação normal de volume entre as fibras musculares, as fibras II-A apresentam um diâmetro médio. A maior parte das fibras II-B também possuem diâmetros médios, mas algumas possuem grandes volumes, mesmo entre pessoas sedentárias.

No caso do treinamento com pesos, exercícios com pequenas cargas, que ativam poucas unidades motoras, utilizam apenas fibras vermelhas. Exercícios com cargas maiores mas ainda pequenas, ativam maior quantidade de fibras, mas todas vermelhas. Cargas maiores do que as necessárias para ativar todas as fibras vermelhas, comecarão a solicitar as fibras brancas. Normalmente cargas em níveis de treinamento para hipertrofia, entre 70 e 90 % de carga máxima, ativam todas as fibras vermelhas e a maior parte das fibras brancas. Na ativação muscular voluntária nunca é possivel ativar simultaneamente todas as fibras musculares, e no caso do treinamento para hipertrofia, as fibras que permanecem em repouso são as fibras II-B de tamanho maior. Essas fibras são ativadas apenas em situação de esforço máximo, para uma única repetição do movimento, ou em movimentos repetidos quando a maioria das outras fibras já estão em fadiga. Devido à sua participação nos esforços por tempo muito curto, mesmo em treinamento com pesos, as fibras II-B não acumulam enzimas oxidativas. Assim sendo, apenas as fibras II-B de tamanho médio tendem a serem transformadas em II-A. O processo de hipertrofia dos músculos esqueléticos caracteriza-se por aumento de volume celular que pode ser predominantemente de fibras brancas, ou tanto de brancas quanto de vermelhas. Em situações de movimentos muito rápidos ou de força máxima, parece haver uma inibição de fibras vermelhas em favor das fibras brancas de todos os tamanhos. Provavelmente por esse mecanismo, atletas de movimentos explosivos e levantadores de peso apresentam hipertrofia seletiva de fibras brancas. O treinamento com pesos para hipertrofia, tal como realizado na musculação esportiva e em reabilitação, estimula aumento de volume tanto nas fibras brancas quanto nas fibras vermelhas. Como as fibras brancas dos sedentários são maiores do que as vermelhas, nos indivíduos treinados permanece um diferencial de volume em favor das fibras brancas.

Autor: José Maria Santarém



___________________________________________________
SEJA GRANDE, SEJA FORTE, SEJA BIGMONSTRO Twisted Evil




cupertino
MODERADOR MASTER
MODERADOR MASTER

Mensagens : 1430
Data de inscrição : 27/03/2011
Idade : 31
Localização : Templo Gym

http://www.bodynet.com.br/bigmonstro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum