Muscularidade - PARTE 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Muscularidade - PARTE 3

Mensagem  cupertino em Sab Abr 23, 2011 5:01 pm

Bom, e pra finalizar essa trilogia (finalmente), vamos falar de volume muscular.

Esse é o tema que inevitavelmente, mesmo que a pessoa ache que não está na busca, mais cedo ou mais tarde, vai ter que ir em busca e quem sai na frente... tem vantagem...

Fisiculturismo,

Musculação,

Bodybuilding,

Ou como queira chamar, mas, é o único esporte de competição que obrigatoriamente o praticante deva controlar tanto a sua dieta. Essas pessoas nem podem ser dar ao luxo de dar uma enfiada de pé-na-jaca, porque podem ferrar com um ou até dois anos!!! É serio...

E é por isso que resolvi escrever sobre isso, porque esse competidor pode jogar fora até 2 anos de treino e tudo o mais, mas...

e você?

Uma pessoa comum ?

Infelizmente você também que busca resultados, mas em menor escala, você pode jogar um dia, uma semana ou um mês, dependendo de cada um...

Pode parecer uma coisa distante pra você:

“Pô! Mais isso é pra esses cara grandão e essas mulé bombada! Eu não... só quero dar uma secada nessa gordurinha e ganhar um pouco de músculo aqui e aqui ó !!!”




Pra você entender melhor e não cair numa furada metabólica ou se perder no meio de tanta informação vão ser 5 dicas:

1. Só ganha volume com qualidade quem tem um sistema endócrino muito bem cuidado e dosado:

Quer ver?



Variações na taxa de insulina vão fazer você inchar e ficar REDONDO...



Variações de cortisol vão fazer você ficar “embaçado” e se é que vai conseguir ganhar algum volume...



Variações tireoideanas vão fazer você ter retenção hídrica, acúmulo de líquidos nas laterais e perda progressiva da qualidade, por causa da desaceleração do metabolismo, que vai ter influência direta na recuperação muscular dos treinos...

Você pode até conseguir treinar, mas:

Hipotireódeo, o treino não trará estímulo, só estresse.

Hipertireóideo você até vai conseguir treinar mas, seu gasto de energia será tão grande até no repouso que gastará boa parte da musculatura que já conquistou para dar conta da perda de energia frente ao aumento do gasto.



Se a sua testosterona tiver muito alta, sua pele vai ficar grossa, você vai reter líquido, ficar mais quadrado e com cara de lua...

Se tiver testosterona de menos, porque usou algum “produtin” e conseguiu bagunçar seu neuroeixo, você sô vai ter ânimo pra fazer tricô, jogar dominó... essas coisas “agitadas”...



Isso pra falar por cima, sem falar dos carbos, proteínas, gorduras, vitaminas, minerais...

Difícil mesmo né??





2. Não dissocie NUNCA treino de dieta:



Treino de alto volume em alta resistência anaeróbica com ambiente zero carbo é fracasso certo;

se quer volume de treino e sem intensidade, use gordura;

se quer intensidade de treino, use um carbo bom antes do treino;

se quer intensidade e volume, procure ter um carbo “timerelease” pra fazer um transtreino;

e se está indo muito volume muscular embora, prepare-se para colocar carboidratos pós-treino com uma medida razoável;

como também não adianta encher a cara de comida se tiver um pavorzinho porque a sua massa está indo embora. Carboidrato tem hora certa, além da dose certa. Use errado e ganhe um problema a mais, não gordura de menos...



3. Não dissocie NUNCA dieta de treino:



Não adianta ficar fazendo treino metabólico atrás de treino metabólico, porque quem queima gordura é dieta! E não treino !

O treino até ajuda, mas, para o fisiculturista, o treino é para gerar estímulo e não para gastar energia. Se você usa o treino de musculação para gastar energia e gerar estímulo, a coisa pode dar errado, porque está tratando de coisas diferentes...



“Ahhh... então pra secar vô ficar correndo na esteira!!! Já que musculação não seca ...”

Não é assim não...



Mudar o volume do corpo é uma coisa, mas mudar perdendo gordura e ganhando massa muscular (mulherada leia: perder gordura e enrijecer coxa, bunda, barriga,...) só com treinamento com pesos! Tem que fazer força! Puxar ferro...



Para ganho de volume você treina para ter o máximo de estímulo e isso não quer dizer que seu treino vai demorar horas, mesmo porque é durante o descanso que seu corpo fará a recuperação muscular. E conseqüentemente gastará energia durante horas...



4. Fique atento com os horários das refeições:



Estar pronto para treinar NUNCA significou fazer uma refeição ou lanche volumoso... traduzindo pro português: de bucho cheio ! Empanturrado !

Opte por pequenas refeições, refeições líquidas, shakes...

Refeições sólidas volumosas farão você realizar recrutamento mesentérico, deixando que você faça a digestão na hora do treino, em vez de fazer exercícios...

Programe-se !!

5. Selecione beeeeeem seu pós-treino imediato:

Ficou sem comer ou não comeu direito no pós-treino? Perdeu o treino... verdade!

Você vai perder a fase de regeneração precoce e, a partir daí, atrasou sua recuperação, inclusive para o treino seguinte. É um erro comum, treinar e não comer nada no pós-treino (e quando se diz pós-treino imediato significa de 0 a 20 minutos depois do último exercício!) é pra quem não sabe de nada, acha que sabe ou acha que já tá bem como está...

Se o resultado ainda não chegou é porque você ainda precisa de mais tempo na sua preparação, ou de mais assiduidade.

Volume sim, mas com qualidade!

Robson Maia.




___________________________________________________
SEJA GRANDE, SEJA FORTE, SEJA BIGMONSTRO Twisted Evil




cupertino
MODERADOR MASTER
MODERADOR MASTER

Mensagens : 1430
Data de inscrição : 27/03/2011
Idade : 31
Localização : Templo Gym

http://www.bodynet.com.br/bigmonstro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum